O crescimento da economia foi de 7,1% e no turismo foi de 7,9% em 2014

O crescimento econômico na República Dominicana foi de 7,1%, em 2014. É o país com o maior crescimento na América Latina, com um desempenho que supera por seis pontos o 1,1% estimado pelas agências internacionais na região, de acordo com o relatório do Banco Central da República Dominicana. O crescimento no setor de turismo é de 7,9%, com 5.140.650 turistas que chegaram (dominicanos e estrangeiros não residentes). Este é um recorde, já que houve 450.880 visitantes a mais, com um aumento de 9,6% em relação ao ano anterior.

Receitas em divisas somaram um inédito total de US$ 5,6 bilhões, um aumento de 10,6%. O investimento estrangeiro no setor do turismo aumentou de 13,4%.

O Banco Central registrou um crescimento positivo em todos os setores econômicos, incluindo a agricultura (5,2%), mineração (20,9%), fabricação local (5,0%), construção (11,4%), comércio (4,7%), hotéis, bares e restaurantes (7,9%), serviços financeiros (8,6%), educação (8,4%) e saúde (7,6%), entre outros.

Inflação de 1,5%

A taxa de inflação em 2014 foi de 1,58%, a segunda mais baixa da América Latina, depois de El Salvador (país dolarizado).

“Esse resultado foi influenciado, em grande parte, por baixas pressões inflacionárias externas, como a queda dos preços do petróleo, que resultou na baixa do preço do combustível e do gás liquefeito de petróleo”, segundo o Banco Central.

Investimento em Turismo

O investimento direto estrangeiro chegou aos US$ 2.237.600 no final de 2014, US$ 247,1 milhões a mais em relação ao final de 2013 (um aumento de 12,4%).

Este aumento deve-se ao significativo crescimento do investimento nas áreas do comércio, a energia e o turismo, que aumentaram de 28,7%, 16,3% e 13,4%, respectivamente. Isto confirma que a República Dominicana tem emergido como um destino atraente para o investimento estrangeiro.

O Banco Central também enfatiza a estabilidade das taxas de câmbio durante o ano de 2014. A taxa de venda do dólar em 31 de Dezembro de 2014 foi de RD$ 44,36, o que está abaixo das projeções do Governo Dominicano. A depreciação foi de 3,5% em relação a 2013.

Esses resultados são melhores do que os de muitos países latino-americanos, tais como: Venezuela (87,4%), Argentina (23,7%), Colômbia (19,5%), Chile (13,8%), Uruguai (12,1%), Brasil (11,8%), México (11,2%), Costa Rica (6, 9%), Peru (6,4%), Nicarágua (4,8%) e Honduras (4,3%).

This post is also available in: Espanhol, Chinês, Inglês, Francês, Alemão, Italiano, Russo

Share this article

PinIt